Menu fechado

Em seu propósito de colaborar com o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, a Akaer fez mais uma doação da Hygiea Shield, uma campânula desenvolvida pela empresa em parceria com médicos para ajudar a proteger do contágio profissionais de saúde que lidam com pacientes infectados com a Covid-19. Dessa vez, foi a Santa Casa de São José dos Campos que recebeu a doação. Já é o quinto hospital da região que começa a fazer uso do equipamento de proteção.

A Akaer, empresa certificada como EED (Empresa Estratégica de Defesa), já fez a doação dos equipamentos para outros três hospitais do Vale do Paraíba – dois em São José dos Campos e um em Guaratinguetá –, e mais dois hospitais da cidade de São Paulo.

Em nota assinada pelo dr. Ivã Molina, provedor do hospital, a Santa Casa manifestou “profundo agradecimento à Akaer, pela doação de uma campânula de proteção às equipes médicas, a ser utilizada durante os procedimentos de intubação/extubação de pacientes com covid-19”.

Na nota, dr. Ivã Molina justifica a importância de tal equipamento: “Na linha de frente do combate ao novo coronavírus, são grandes os riscos de contaminação dos profissionais que atuam no tratamento da doença, mas a valorosa contribuição da Akaer nos auxiliará no reforço à integridade de nossos heróis, que não têm medido esforços para combater a pandemia.  A solidariedade nos traz a esperança de dias melhores e, juntos, venceremos essa batalha”.

Sobre a Hygiea Shield

A Hygiea Shield surgiu após a Akaer receber solicitação de ajuda por alguns profissionais de saúde para projetar uma campânula que protegesse as equipes médicas durante os procedimentos de entubação/desentubação – momento considerado mais arriscado para contaminação da equipe, por conta da proximidade do paciente.

A partir deste momento alguns profissionais da Akaer, acostumados a projetar componentes aeronáuticos, passaram a estudar o problema e a consultar médicos conhecidos para entender melhor a necessidade, bem como o ambiente de operação. Esse contato permitiu o levantamento dos requisitos principais para o início dos trabalhos e o desenvolvimento de uma campânula em menos de 24 horas.

Para o médico anestesiologista Bruno Misumi, o equipamento é de extrema importância para a segurança dos profissionais de saúde.  À frente desse processo no dia a dia, ele ressalta que a entubação é um dos momentos mais críticos e com grande potencial para contaminação do profissional, por conta da proximidade do paciente.

Segundo Misumi, a campânula desenvolvida pela Akaer vem sendo um grande aliado nesse combate à pandemia. O médico foi um dos profissionais de saúde que trabalharam em conjunto com a Akaer para chegar a um modelo que atendesse a equipe médica. “Confesso que foi uma grande surpresa para nós. Ficamos muito sensibilizados de ver engenheiros e profissionais de saúde planejando e desenvolvendo o produto. Em menos de 24 horas nós tínhamos um protótipo, e em pouco tempo já estávamos utilizando o equipamento. Para nós que estamos à frente dessa luta o tempo é precioso, e o risco de contaminação é iminente. É fantástico ver o envolvimento de empresas como a Akaer nessa batalha .”

O médico ressalta que o novo equipamento pode diminuir o contágio de profissionais de saúde e trazer mais tranquilidade e segurança para equipe durante o trabalho. “Estamos lidando com uma doença nova, que ainda não sabemos tudo sobre ela. E todo apoio e equipamento de proteção que tivemos nesse momento são muito bem-vindos. O engajamento da Akaer e de outras empresas que estão nessa luta sensibiliza a todos nós e nos enche de esperança que em breve, todos juntos, venceremos essa batalha.”

Resultados

Os primeiros resultados foram extremamente positivos e mostraram que a campânula proposta permite um bom nível de isolamento às equipes médicas, respeitando as condições ergonômicas, de visibilidade e de campo livre de trabalho.

Para o CEO da Akaer, Cesar Silva, é uma grande satisfação ver o resultado desse trabalho, desenvolvido num curto espaço de tempo. “Estamos engajados nessa missão de apoiar nosso país na luta contra essa pandemia. E é uma grande honra poder ajudar esses profissionais de saúde, verdadeiros heróis nesse combate.”

A Akaer batizou o dispositivo de “Hygieia”, em referência à deusa grega da saúde e que deu origem à palavra higiene. Por ter a função de proteção e por seu projeto estar sendo disponibilizado na web para que todos ao redor do mundo possam fabricá-lo, o nome dado à campânula é “Hygieia Shield”

A Akaer irá produzir um número limitado da Hygieia Shield, porém está disponibilizando na web não só o projeto como instruções de fabricação e montagem, além de sugestões de operação para permitir que qualquer interessado possa ter uma ferramenta de proteção a mais em seu arsenal no combate à covid-19.

“Nós gostaríamos de convidar mais empresas e parceiros para que juntos possamos produzir e distribuir as campânulas para os diversos hospitais da região ou outras partes do mundo”, ressalta Silva.  Ele explica que o desenvolvimento da “Hygiea Shield” em tempo recorde só foi possível graças à grande colaboração e orientação de diversos médicos estiveram juntos com os engenheiros da empresa.

Requisitos da Campânula:

  • Ser ergonômico e anatômico para permitir sem prejudicar a realização do procedimento;
  • Não restringir a movimentação das mãos do executor da atividade;
  • Permitir a correta linha de visada para a introdução do cateter;
  • Deve ser leve e pequeno para permitir a montagem e desmontagem no menor tempo possível;
  • Deve permitir a fixação de material protetor frontal;
  • Deve prever mecanismos de fixação na maca;
  • Deve ser feito de material que permita a higienização com agentes típicos existentes nos hospitais.

A campânula foi desenvolvida para ser uma solução extremamente simples que pode ser ‘produzida’ livremente por qualquer pessoa onde for necessária. É bastante barata e composta de poucas partes e materiais. Todos os componentes são itens comerciais de prateleira, podendo ser encontrados facilmente nos comércios locais. Foi pensada também para ser facilmente desmontável para higienização e armazenagem sem ocupar muito espaço quando não for necessária. Todos os materiais são resistentes à água e agentes típicos de higienização como sabões, álcool, agentes clorados e sódicos etc. Outra característica da campânula é a otimização dos cantos, reentrâncias e outros detalhes que facilitam o acúmulo de sujeira e material contaminado.

Para complementar, foram adicionados pontos de fixação para uma cortina plástica frontal e dutos de máquinas de vácuo para gerar uma leve pressão negativa no interior e maior proteção às equipes.

A Akaer está se colocando à disposição para receber comentários e sugestões, não só para melhoria e evolução da “Hygieia Shield”, como também para outros desafios em que possa colaborar. Interessados em fabricar ou adquirir para doação podem obter mais informações clicando no link: http://www.akaer.com.br/combate-covid-19/hygiea/

 

Agradecimento:

A Akaer agradece à empresa Diggo Transportes e Logística pela parceria no transporte dos equipamentos para os hospitais de São Paulo/SP.